Além da transformação: um novo olhar sobre novos desafios de gestão


Postado em 13 de maio de 2020

Discussão sobre o futuro passará por temas como Inteligência Artificial, Machine Learning, Big Data, Internet das Coisas e Customer Centricity e provocará olhares multidisciplinares sobre desafios.

Em tempos de incerteza, torna-se mandatário entender um mesmo ecossistema por diversos prismas. A história mostra que a sociedade sempre soube se adaptar; as empresas nem sempre. A pandemia causada pelo novo coronavírus mudou o ambiente de negócios em todo o mundo e acelerou algumas transformações que já estavam em curso, catapultando as empresas a um cenário crítico em que a multidisciplinaridade, a inovação e a tecnologia, combinadas, são critérios-chave para operar com estabilidade.

É fato que todos tiveram de correr para repensar suas estratégias de negócios e reprogramar o foco para sua excelência, o cliente. “A explosão do comportamento digital impulsionado pelo avanço tecnológico mudou radicalmente a vida das pessoas e consequentemente as empresas. Modelos de negócios inovadores surgem como nunca antes e estes, impactam a forma com que nos relacionamos com nossos clientes, afetam nossos processos internos, nossa produção, modelos de venda e nossa relação com o mercado e a concorrência”, avalia Renato Castro, Head of Strategies da Digital land e Co-Founder da plataforma Estratégias que Transformam.

Todos estamos passando por um período de aprendizado rápido e teremos de nos adaptar ele. Haverá muitos altos e baixos, marcados por incertezas econômicas. O maior desafio da nova gestão é buscar novos olhares. Setores diversos estão organizando grupos multidisciplinares, com profissionais de diversas habilidades e competências.

Cientistas, antes acostumados a trabalhar de maneira introspectiva, passaram a socializar e a aprender a aceitar outras formas de interpretar experimentos, possibilitando novas visões.

Mais do que nunca, as empresas estão sendo provocadas a se moverem rápida e consistentemente frente aos desafios. Nesse cenário, saem na frente e correm mais risco de acertar as que baseiam suas decisões em dados, conhecimento e insights.

É hora do mercado também se organizar e compartilhar seu conhecimento para deixar sua cadeia de relacionamentos fortalecida, e fazer conexões que sejam realmente transformadoras.

Compartilhar conhecimento relevante por meio dessas conexões é uma das proposta da Plataforma ET, que agrega uma comunidade de companhias que já estão experenciando a transformação digital na pele, além daquelas que já começaram essa etapa e players que auxiliam nesse caminho.

Mais recentemente, a Plataforma, que já se tornou uma fonte de referência de conteúdos para o mercado, iniciou uma série em vídeo com personalidades do mercado brasileiro como Eco Moliterno, Marcelo Coutinho, Francesco Simone, Rene de Paula Jr. entre outros, que falarão sobre a transformação dos negócios pelo advento da tecnologia e comportamento.

“Desejamos reunir cabeças pensantes que configuramos como Estrategistas Transformadores (ET’s). São líderes que fomentam discussões relevantes no mercado e farão isso na plataforma. Além de promover cases e insights que poderão ajudar outras empresas, de vários segmentos e tamanhos, a enfrentarem as constantes mudanças que vivemos com mais responsabilidade e competência”, revela Renato.

O conteúdo do ET é disponibilizado em versões em áudio, com conteúdo narrado, e podcast, e entrevistas em vídeo para que o processo de consumo e distribuição de conteúdo dos leitores seja adaptado às suas rotinas.

Bem vindo ao novo futuro.