As influências da Transformação Digital para o Profissional de RH


Postado em 21 de setembro de 2017

Não é à toa que a digitalização vem dominando o mundo por inteiro. Mas o quanto isso influencia no universo do RH? Como a burocracia pode ser minimizada pela tecnologia? Quais fatores e processos podem revolucionar a experiência dos colaboradores? Esses foram os temas abordados por mais um evento do WTC Business Club de São Paulo. 

 

Para tratar do conteúdo, em evento realizado ontem pelo WTC Business Club, em São Paulo, para Diretores e VPs de Recursos Humanos de empresas de grande porte, construiu-se um forte painel formado por Mauricio Toledo, superintendente de RH do Banco Santander, Soemi Santana, diretora de RH do Grupo G4S e Diego Martins, fundador da Acesso.

Mauricio Toledo afirmou que o primeiro passo a se dar é integrar o profissional à transformação digital, uma vez que um funcionário satisfeito gera cliente satisfeito e, consequentemente, mais resultado para a empresa.

Pensando nisso, foi criada uma plataforma interna para entender as necessidades de seus colaboradores e assim guiá-los da melhor maneira possível.

Já Soemi Santana demonstrou, em sua apresentação, o quão é importante quebrar paradigmas e conseguir visualizar que pequenos pilotos muitas vezes podem ser grandes negócios para o profissional de RH. Em um universo onde a tecnologia é um fator dominante, startups oferecem soluções que muitas vezes são exatamente o que a organização busca.

Para finalizar, Diego Martins, fundador da Acesso Digital, contou sobre suas experiências nos principais polos inovadores do mundo, mostrando como ainda precisamos caminhar muito para conseguirmos desburocratizar a vida de pessoas e empresas.

E para embasar o assunto, buscou também alguns dados feitos em parceria com o Instituto Ibope, onde foi comprovado que mais de 50% das empresas já perderam um candidato por conta de tempo e processo de admissão e 43% demoram mais de uma semana para conseguir finalizar o processo de admissão.