Um passo além da nuvem: Ser ou não ser Cloud? Eis a questão!


Postado em 21 de junho de 2017

Mais de 50 executivos se reuniram ontem para participar do 27º WTC Business Fórum, encontro mensal que debate temas de inovação & gestão e voltado para empresários do mercado de PMEs.
No painel, César Schmitzhaus (Diretor de Tecnologia e Inovação da Teltec), Ruy Guerios (Diretor da Eniac) e Tiago Antonio (CIO da Ituran) discursaram e debateram acerca do tema “Um Passo Além da Nuvem – Os Desafios da Integração Tecnológica”.

“Ser ou não ser Cloud? Eis a questão!”

Assim, Fábio Madia, Sócio e Diretor de Planejamento e Atendimento do MADIAMUNDOMARKETING, mediador deste encontro, deu as boas-vindas aos presentes e lançou reflexões iniciais, exaltando o quanto ainda temos a evoluir no mercado de cloud computing, ao exemplificar o mercado de bancos, que ainda não estão em nuvem.
Em seu discurso, César Schmitzhaus explanou sobre os desafios da evolução do mundo digital, os entraves da segurança e as barreiras tecnológicas. As aplicações são diversas, desde brinquedos conectivos para crianças, ajudando a educa-los, até profundos relacionamentos interpessoais.
Uma outra barreira é a cultural, na qual desenvolve-se um mito de que a nuvem não é segura por conta das notícias de invasão de dados, porém a segurança compartilhada é muitas vezes muito maior que sua forma física, com investimento também compartilhando, reduzindo drasticamente os custos.
Outro paradigma é que a nuvem não foi pensada para você colocar o HD físico que possui inteiramente lá dentro. É pensada de forma a criar a otimização, pensando-se sempre na aplicação, picos de usuários e usabilidade, tendo algo mais eficiente e a baixo custo. Um dos maiores desafios, segundo Schmitzhaus é que as Startups estão mais preparadas, por já nascerem em ambiente conectivo, do que as empresas tradicionais, que terão mais dificuldades de implantação.
Para Ruy, para se falar em inovação, é preciso apoio tecnológico, onde requer investimentos constantes. Estamos diante de desafios tecnológicos muito interessantes que está mudando nossa vida como um todo, mas é muito perigoso entrar em uma experiência dessa sem ter um especialista que já fez isso em seu segmento, é um ponto vital para o sucesso.
Guerios ainda destaca que um fato crítico desse processo é o planejamento, onde deve-se estimar todos os recursos e cenário, bem como incluir profissionais do setor e o seu pessoal, em diferentes setores, integrando-os e preparando-os para usabilidade otimizada.
Complementou que a Eniac teve uma redução média de 30% ao migrar para nuvem. Porém, mais do que somente o fator financeiro, forneceu melhorias significativa a seus usuários finais (alunos) que hoje dispõe de um sistema sem oscilações, podendo subir arquivos até aos finais de semana (antes, se o servidor físico caísse em um domingo, só era resolvido no dia útil posterior).
Tiago Antonio explanou sobre o portal de sua empresa e quais as integrações de tecnologia utilizaram para formatar a usabilidade que alcançaram, tudo na nuvem. Utilizando a metodologia “o que é simples para um é complicado para outro”, desenvolveram a mesma cadeia de valores, tanto para os usuários internos, quanto externos.
Outra cultura implantada na empresa é a de “a certeza sempre é que todos vamos errar, só se acerta tentando, mas temos que ter cuidado somente para não errar em seu core business“. Segundo ele, para se garantir um projeto mais assertivo, é necessária a escolha de pessoas para pensar nisso, de forma separada do seu ambiente, que gostem e tenham o perfil de experimentar inovações. Foi assim nasceu o aplicativo 55 guinchos.
Fica clara a importância de se fazer a customização em massa, para que a maior parte do público possa se beneficiar e se sentir parte do projeto, aumentando engajamento e confiabilidade. Se comunicar com cliente nunca é demais. Quando conclui a venda, então, é hora da conversa se tornar constante e mandatória, visando a melhoria contínua.
Conclui-se, ainda que a escalabilidade, alto poder de adaptação, agilidade para mudanças repentinas, só tornaram-se possíveis em casos com cloud computing implementadas, como aumento de trajeto por um anúncio em programa em horário nobre. Tudo isso com custos muito inferiores que os de HD físicos e com toda segurança e usabilidade garantidas.
As pessoas estão preparadas, mas a velocidade tecnológica ainda não, sendo este o maior desafio. Os profissionais Já sabem o que fazer, mas precisam de apoio e investimento para implementar.
Em pesquisas realizadas com os executivos presentes, quando perguntados sobre qual o principal desafio das empresas em tecnologia, 36,4% responderam demonstrar o devido retorno sob o investimento em tecnologia; 25% realizar a integração das soluções já implementadas, 13,6% convencer o board de sua importância, 13,6% implementar novas soluções e 11,4% acompanhar a velocidade com a qual ela evolui.
Quantos a principal área que caminha junto à área de TI nas empresas, para 40,9% é a área de Finanças, seguida de Comercial (CRM) e Marketing. E para 62,8% dos presentes o principal benefício para implantação da tecnologia da nuvem é a de melhor direcionamento estratégico através de dados.