WTC Business Fórum discute as transformações da estrutura de TI


Postado em 30 de setembro de 2016

Executivos destacam ações desenvolvidas em suas empresas e as estratégias que devem ser consideradas para 2017

Por Editora Lamonica

03/10/2016 – No último dia 29, o WTC Business Club promoveu mais um WTC Fórum de CIOs, que desta vez, discutiu o tema Custo x Investimento: o desafio de repensar sua estrutura em 2017. O encontro contou com as apresentações do diretor de operações da Multi-Ar, Tiziano Giordano Filho, do CIO da Dellavia Pneus, Marcos Paulo Corrêa, do CIO Global da IMC International Meal Company, Joaquim Garcia, e do gerente de TI da Mexichem/Amanco, José Feliciano, que trouxeram para o fórum as transformações, as estratégias e as inovações desenvolvidas pelas áreas de TI de suas empresas, bem como os desafios enfrentados pela área.

Tiziano Giordano Filho destacou, em sua apresentação, o processo de crescimento observado pela Multi-Ar a partir de 2010, com a implantação do e-commerce. “Nosso faturamento, que em 2010 era de R$ 19 milhões, quanto só tínhamos lojas físicas, subiu para R$ 300 milhões em 2015”, comentou o executivo, ressaltando o quanto a empresa hoje está praticamente online, com todas as suas lojas físicas, e-commerce e market places integrados. Em seguida, Marcos Paulo Correa apresentou o passo a passo do projeto desenvolvido pela Dellavia Pneus desde a definição de parceiros e do desenvolvimento das primeiras ações até a avaliação das melhorias observadas com esta estratégia. “Reduzimos o custo de operação, temos um gerenciamento mais proativo, caiu o tempo fora do ar, entre outros ganhos”, contou o especialista.

Na sequência, Joaquim Garcia apresentou uma série de ações desenvolvidas pela IMC, que opera as marcas Viena, Frango Assado e Red Lobster, entre outras. “A empresa triplicou de tamanho entre 2008 e 2014 e, em 2015, repensou sua estratégia com foco na eficiência operacional. Hoje estamos com 270 lojas e a previsão é de ter 290 até o final do ano”, explicou o executivo que destacou, entre as ações, a mudança da experiência do usuário dentro das lojas, o investimento em novas operações em hospitais e aeroportos, a revisão do portfolio, além de ressaltar a importância de a área de TI estar totalmente alinhada à estratégia da empresa, principalmente ao marketing. “O responsável de TI hoje também tem que pensar com a cabeça do marketing, do comercial e do financeiro. Não adianta ter as melhores soluções se não estiver alinhado às demais áreas. O alinhamento, o foco no cliente, a eficiência operacional e a inovação são essenciais atualmente”, ressaltou José Feliciano que encerrou o painel com as estratégias desenvolvidas pela Mexichem, que é líder no segmento de tubos e conexões, com presença em 90 países. Ao final, os executivos participaram de um debate mediado pelo sócio-fundador da CorpFlex, João Alfredo Pimentel, que sintetizou qual o grande desafio do TI das empresas neste momento: “A transformação dos negócios e a pressão econômica e financeira tem pressionado as empresas a se colocaram em movimento e a tomarem esta atitude de transformação para um modelo disruptivo. Cada vez mais TI fala de negócio e está cada vez mais como protagonista neste processo junto com as áreas decisoras para ajudar nesta transformação”, concluiu Pimentel.

Veja as coberturas dos fóruns promovidos pelo WTC Business Club em São Paulo nas edições da Revista Varejo & Oportunidades.